JP’s Party

 

JP has spent his birthday party alone, sort of speaking. In reality he was with ten colleague-divers of his. I don’t know about this party, but I guess it included lots of beer. What I know is that I was planning to be there and I couldn’t for reasons outside my own will. This was JP’s first party.

 

Precisely one week later, we were there with his favorite cake, made of cookies, coffee, butter cream and candies, a very child like cake for JP’s age. Nevertheless, it was quite good with its strong coffee flavour. We shared coffee cake and champagne with young divers and after we went for dinner with senior divers, including Old Barracuda and his muttering about barge food. This was JP’s second birthday party.

 

Another week went by and JP had his third birthday party, lets say he had the wildest version of a party. This time he celebrated with Mozambican friends. It lasted three days at the end of witch his car had suffered a minor accident and Andy appeared with his face all bruised from a motorbike fall. This was JP’s third party.

 

Almost four weeks after JP’s actual birthday date, TD arrived unexpectedly to find his Mozambique based family sitting together, in a truly picture of bucolic family life – at least for a bachelor like TD is.

 

In that moment I decided that a fourth celebration would be appropriate. Having five of us together only happens 3 or 4 times a year. Having the six of us together only once in 5 years, with a little of luck.

 

Knowing that JP also likes nuts, this time I’ve made a very grown-up style of cake with nuts and spices. As I had to leave right after lunch, I left my recently baked cake near the oven. When I returned I caught two cats with yellow feathers inside their mouths: TD and Andy couldn’t resist the tentation of hot cake and ice cream. Once opened, cakes in this house have the tendency to evaporate easily. For sure I had to bake another one!

 

Even in Mozambique JP has been busy because his old fishing buddies want to show their solidarity. For two days he went spear fishing and tomorrow he will be busy again. Later we toasted to him and to his future adventures for the fourth time. I feel like he needs and deserves a little of bubbles and a little of care.

……………………………………………………………………………………………………………………..

O JP passou o dia dos seus anos sozinho, por assim dizer. Na realidade, ele passou o dia com dez dos seus colegas-mergulhadores. Não sei como foi essa festa, mas acredito que tenha incluído montes de cerveja. O que eu sei é que eu estava a planear estar lá e por razões estranhas à minha vontade não pude. Esta foi a primeira festa do JP.

 

Precisamente uma semana depois, fomos ter com ele levando o seu bolo favorito, feito com bolachas, café, creme de manteiga e doces, um bolo muito infantil para a idade do JP. De qualquer maneira, estava muito bom com um gosto forte a café. Dividimos o bolo e o champanhe com os jovens mergulhadores e depois fomos jantar com mergulhadores seniores, onde se incluia o Velha Barracuda e a sua resmunguice acerca da comida a bordo do barco de trabalho. Esta foi a segunda festa de aniversário do JP.

 

Passou-se uma outra semana e aconteceu a terceira festa do JP, diga-se uma versão mais louca de festa. Desta vez ele celebrou com os seus amigos moçambicanos. Durou três dias, ao fim dos quais o carro dele tinha sofrido um pequeno acidente e o Andy apareceu com a cara cheia de feridas provocadas por uma queda de motorizada. Esta foi a terceira festa do JP.

 

Quase quatro semanas depois da verdadeira data do seu aniversário, o TD chegou inesperadamente e encontrou a sua família moçambicana toda reunida, numa verdadeira imagem de bucólica vida famíliar – pelo menos para um solteirão como é o TD.

 

Nesse momento eu decidi que seria boa ideia celebrar pela quarta vez. Ter cinco de nós reunidos só já acontece umas 3 ou 4 vezes por ano. Ter seis de nós reunidos só uma vez em cinco anos, com um pouco de sorte.

 

Desta vez eu fiz um bolo próprio para adultos, com nozes e especiarias, uma vez que o JP gosta de nozes. Como tive de sair logo depois de almoço, deixei o bolo acabado de fazer junto do forno. Quando voltei apanhei dois gatos com penas amarelas dentro da boca: o TD e o Andy não conseguiram resistir à tentação de bolo quente e sorvete. Uma vez abertos, os bolos nesta casa têm a tendência de evaporar com facilidade.

 

Mesmo em Moçambique, o JP tem andado ocupado porque os seus velhos colegas de pescaria querem mostrar solidariedade. Há dois dias que ele vai pescar e no dia seguinte também estará ocupado. Mais tarde brindámos pelo JP e pelas suas futuras aventuras pela quarta vez. Eu acho que ele precisa e merece um pouco de espumante e um pouco de mimo.

Advertisements