Not Just Another Week

 

This wasn’t just another week for me. For a start, I was admitted by nice energetic teacher in a level 3 tae bo class. I am not sure of what that means, but it has to be better than levels 1 and 2.

 

In terms of fun, this was a surprising and disappointing week. In order to spare you of a long fastidious account, I am resuming my third week of June as usual: Saturday) Traveling and sleeping in a place not far from the Kruger, in order to enter the park early morning, the best time for wild encounters. Sunday) Getting up at the first lights only to find a queue in front of a closed gate reading “crowded-closed”. Though I understand and sympathize with the measure, I cannot forget the sad faces of the children. I hope the Kruger management finds a way to advertise the excess of visitors, sparing us of such disappointment. As if it wasn’t enough, the Portuguese football team had to display its inability to deliver! Monday) A little bit of work + a little bit of fun – just to keep things leveled. Tuesday) Feed the brain with an exhibition + feed the body (muscles) with my first level 3 tae class. Wednesday) There are times when even Seabells have to be architects (literally), changing Andy’s boring  project into something. Thursday) Juggling with dance, football and tae bo. Friday) Checking muscles and bones for bruises. So far it seems that I can take it, and there is a party yet to come!

 

………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Para mim, esta não foi uma semana qualquer. Para começar, fui admitida pela minha simpática e energética professora numa classe de tae bo do nível 3. Não estou muito certa do que isso significa, mas tem de ser melhor do que os níveis 1 e 2.

 

Em termos de divertimento, a semana trouxe surpresas e desapontamentos. Para vos poupar de um longo e fastidioso relato, passo a resumir a minha terceira semana de Junho como é habitual: Sábado) Viajar e passar a noite num lugar perto do Kruger, de forma a entrar no parque de manhã cedo, a melhor altura para encontros com a vida selvagem. Domingo) Acordar com as primeiras luzes só para encontrar uma bicha em frente de um portão cerrado onde se podia ler: “cheio-fechado”. Ainda que eu compreenda e simpatize com a medida, não posso esquecer a tristeza na cara das crianças. Espero que a gestão do Kruger encontre uma forma de publicitar o excesso de visitantes, poupando-nos a um desapontamento como este. Como se isso não chegasse, a equipa portuguesa de futebol mostrou a sua usual incapacidade de mostrar resultados! Segunda) Um pouco de trabalho + um pouco de diversão – só para manter as coisas niveladas. Terça) Alimentar o cérebro com a visita a uma exposição de arte + alimentar o corpo (músculos) com a minha primeira aula de tae do nível 3. Quarta) Por vezes até as Seabells têm de se tornar arquitectas (literalmente). Quinta) Malabarismo com dança, futebol e tae bo. Sexta) Verificar o estado dos músculos e dos ossos. Até agora parece que estou a aguentar, e ainda vem aí uma festa!

Advertisements